23 de jun de 2011

Resenha: Querido John

Classificação: 5/5
Editora: Novo Conceito
Autor: Nicholas Sparks
Ano: 2010
Páginas: 288
ISBN: 9788563219022

Clique aqui e leia o primeiro capítulo oferecido pela editora! 

 
Nicholas Sparks, autor número 1 de best-sellers, traz agora uma história inesquecível de um jovem que tem que tomar a decisão mais difícil de sua vida, em nome de seu grande amor. Querido John, dizia a carta que partiu um coração e transformou duas vidas para sempre. Quando John Tyree conhece Savannah Lynn Curtis, descobre estar pronto para recomeçar sua vida. Com um futuro sem grandes perspectivas, ele, um jovem rebelde, decide alistar-se no exército, após concluir o ensino médio. Durante sua licença, conhece a garota de seus sonhos, Savannah. A atração mútua cresce rapidamente e logo transforma-se em um tipo de amor que faz com que Savannah prometa esperá-lo concluir seus deveres militares. Porém ninguém previa o que estava para acontecer, os atentados de 11 de setembro mudariam suas vidas e do mundo todo. E assim como muitos homens e mulheres corajosos, John deveria escolher entre seu país e seu amor por Savannah. Agora, quando ele finalmente retorna para Carolina do Norte, ele descobre como o amor pode nos transformar de uma forma que jamais poderíamos imaginar.

Há muito tempo que eu queria ler esse livro. Soube da existência dele antes do filme (embora o filme já tivesse saído em DVD e nas locadoras) então não assisti ainda porque queria ler o livro primeiro. Tinha uma expectativa enorme em cima do livro porque TODO MUNDO, eu disse, TODO MUNDO, me falava bem desse livro. Falavam que era lindo mas que além de tudo eu iria chorar muito. E chorei. Não tanto quanto eu achei que choraria (chorei apenas em uma parte, a parte em que John começa a contar sobre o pai, no final do livro já) mas chorei. Posso dizer então que o livro, embora minhas expectativas altas tendem a estragar um pouco a leitura, não me decepcionou nem um pouco.

Nem o final, que não é o esperado por todos, me decepcionou. Querido John conseguiu mostrar o lado do amor verdadeiro, não o lado da paixão ardente e o desespero incontrolável mas sim desejo e da vontade de ter a pessoa amada por perto apenas para tê-la por perto. Mostra a importância de uma pessoa para a outra, a vontade de vê-la feliz acima de tudo e também mostra os pensamentos e as reflexões de John, que para mmi, é o ponto alto do livro. É muito legal ver que John passa a se preocupar não apenas com ele mesmo e sim com todos que estão a sua volta. Seu pai, Savannah, Tim e até mesmo Alan, irmão de Tim.

Para mim, Querido John é um livro encantador, emocionante e também, se pararmos para analisar as nossas vidas usando como base o livro, conseguimos. Nos imaginar nos lugares das personagens em Querido John é mais fácil porque as personagens vivem na nossa realidade embora as situações que elas vivem não sejam parecidas com as nossas. Querido John entrou na lista dos meus livros preferidos.

Para os mais sensíveis: preparem os lenços, pois lágrimas rolarão.
Para os "durões": mesmo nos contendo (sim, eu me encaixo nessa parte hahaha), é possível que lágrimas surjam nos trechos do livro e que a nossa garganta aperte (e muito).

12 comentários:

  1. Hum, adorei a resenha! Agora sim, eu vou ler o livro sabendo o que esperar mais um pouquinho dele ;)
    Parabéns .

    ResponderExcluir
  2. eu queria ter lido o livro antes de ver o filmem
    , mas eu nao aguentei e aluguei logo
    hauahuahauahu
    desde que assisti quero ler mais ainda, to ate tentando um troca pelo skoob :D

    bju
    letracomasa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu li o livro e adorei também, só a narrativa dele que me cansa um pouco... Mas o final, sério, foi muito lindo ne? hahaha
    To seguindo!!

    berchimeetc.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Eu gostei bastante desse livro também mas infelizmente depois de terminada a leitura acho que o adjetivo que mais o definiria para mim é "triste".
    Atenção para quem ainda não leu, o comentário abaixo pode conter SPOILER:

    Sei que fala sobre o amor e todas as suas formas mas acredito que nesse caso acabou sendo um pouco prejudicial para todos os envolvidos. John sofreu quase o livro inteiro e terminou longe do grande amor da sua vida, Savannah fez a escolha dela mas não conseguiu ser feliz nem inteiramente completa ao lado do seu novo marido pelo simples fato de que ela gostava mais do John, e o próprio Tim não pôde ser inteiramente feliz e nem falo pela doença mas pelo fato de que é impossível sentir-se realizado quando a sua esposa tem sentimentos tão fortes em relação a outro homem, mais fortes inclusive do que o que ela sente por você.
    Mas como a vida nem sempre é justa e feliz, acho que retrata bem os caminhos tortuosos que o destino pode tomar.
    Enfim, de todos os livros do Nicholas Sparks (todos maravilhosos por sinal) acho que esse é o que menos gosto!
    Beijos (falei demais rs)

    Duda
    http://boookaddict.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Concordo com vc sobre adorar o final pelo fato dele mostrar o amor verdadeiro!
    Acho que se o John tivesse agido de outra maneira, ou a Savannah, a mensagem teria sido outra e o livro não teria o mesmo sentido.
    Não pude deixar de ler os comentário e devo dizer que tb concordo com a Eduarda. O livro é sim triste e todos sacabam sofrendo, principalmente pelas escolhas que fazem.
    Mas acho que o livro se trata disso também: de sermos capazes de arcar com as consequências de nossas escolhas. A partir do momento (e la vem SPOILER, caso alguém leia aqui) que o John fez a escolha de continuar no serviço militar, acho que não havia outro rumo pra história a não ser o que teve.
    Enfim, o livro é super reflexivo e é isso que faz dele bom!
    Agora, não deixe suas expectativas pro filme muito altas. Pelo menos pra mim foi meio decepcionante (pode ser que você goste hehe!)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Não consegui ler esse livro. Ganhei de uma amiga e fiquei três meses tentando ler. Comecei e parei umas doze vezes. Lendo a resenha e os comentários ainda não consegui mudar minha opinião... achei chato. Sei que, como eu não li, não posso ter uma visão completa da história. Mas ainda assim acho que um livor deve prender minha atenção desde o começo. Vendi o livro, mas vou assistir o filme. Quem sabe não consigo um pouco mais de sensibilidade pro livro.

    Um abraço.
    Ana Bertozzi
    http://bookwormico.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  8. Concordo com você, Eduarda! Realmente é um livro muito triste, mas adorei o livro por causa do final, isso não posso negar.. Acho que o final ficou bem melhor como se fosse realista, entende? Concordo que nem Savannah e nem John foram felizes depois dos acontecimentos que acontecem no livro (tentando evitar spoilers hahaa) mas infelizmente é assim que acontece na vida real em muitos casos..

    ResponderExcluir
  9. Nossa, Ana! Talvez você goste do filme, eu pelo contrário, não gostei muito não.. Prefiro o livro! Eu gostei bastante de ler e estava beeem ansiosa, então foi fácil para mim pegar e terminar o livro.

    ResponderExcluir
  10. Ótima resenha! Eu amei o livro, muito emocionante. Ao contrário do filme, eu não gostei do filme, ele não mostrou a história com toda a emoção e as cenas se passavam rápido demais para meu gosto. O livro é mil vezes melhor!

    ResponderExcluir
  11. Olá Milena,
    Bom sinceramente esperava mais do Querido John, porque a expectativa em torno dele era absurda. Mas não é um livro ruim. Ele agrada muitos leitores. Tem uma fórmula legal. É um bom entretenimento, tipo, novela das sete que vc assiste para desligar a cabeça sem precisar se envolver em dramas elaborados.
    Aproveito para divulgar a promoção desse livro no meu blog
    www.elysanna.com.Br.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oiee! Então, amei o livro também. Fiz a mesma coisa que você li primeiro antes do filme (que eu não vi até hoje, haha). Mas enfim... chorei um pouco, em algumas partes. É uma leitura muito boa.
    Aaah gostei muito do blog viu?! Seguindo desde agora!
    Bjs, Ruama.
    http://esquiloscorderosa-ruama.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir