6 de jul de 2011

Resenha: Indomada - House of Night #4

Antes de tudo, gostaria de pedir desculpas por não postar a resenha dos três primeiros livros antes. Como li faz um tempo e fui burra o suficiente pra não fazer resenha na época não posso dar uma resenha com detalhes pra vocês, pois os detalhes se perderíam e provavelmente mistruaria a história do primeiro, com o segundo e até mesmo com o terceiro livro. Por isso, estou postando uma resenha do quarto livro para que eu possa postar uma resenha do quinto livro. Peço desculpas mais uma vez e quem preferir não ler essa e a próxima resenha, eu entendo. Então vamos a resenha.

Classificação: 5/5
Editora: Novo Século
Autor: P.C. Cast e Kristin Cast
Série: House of Night
Ano: 2010
Páginas: 368
ISBN: 978-85-7679-301-4

A Editora não oferece o primeiro capítulo do livro em seu site.

A vida se complica quando seus amigos estão furiosos com você. Basta perguntar a Zoey. Ela se tornou uma especialista no assunto. Mas mesmo rejeitada, ela não os culpa, sabe que é apenas uma consequência de seus próprios atos. Neste quarto livro da série House of Night, Aphrodite tem novas visões sangrentas, que incluem uma grande guerra entre vampiros e humanos, liderada por Neferet, e a morte de Zoey. As mudanças ocorrem tão rápido que parece que toda a lógica desapareceu do mundo. Lealdades são testadas, intenções verdadeiras e chocantes vêm à luz, e um antigo mal desperta. Zoey sente que deve mudar o curso das coisas, mas ninguém parece ouvi-la.


Indomada, para mim, superou os três primeiros livros.
A história envolve o leitor, não o deixando cansado da leitura e realmente surpreende a cada capítulo. As vezes que parei de ler o livro foram por pura obrigação, mas a minha vontade era de continuar lendo e lendo!

Acho que Zoey entendeu o peso e a responsabilidade que uma Sacerdotisa carrega. Isso é bem visível no final do livro, por exemplo. Mesmo esgotada, ela manteve a pose e não deixou transparecer seu cansaço e seu medo, tentando passar segurança aos seus amigos e as pessoas que estavam com ela. Vi que Zoey provavelmente amadurecerá muito nos próximos livros.

O que me chamou muita atenção é que Zoey vai aprendendo como tornar-se uma Sacerdotisa a cada passo que dá sem se esquecer dos amigos. Com isso vai amadurecendo e compreendendo melhor as coisas. O livro não ficou mais preso nos relacionamentos amorosos de Zoey, mas sim na importância da família, como por exemplo a avó de Zoey, que mesmo não sendo avó de sangue de Aphrodite, mostrou um carinho enorme por ela, a importância dos amigos e também como todos eles - Zoey e seus amigos - são importantes para Nyx.

O livro em si não é divertido, mas sim delicioso. Você se preocupa com os personagens, fica curioso querendo saber o que acontecerá no próximo capítulo e também no próximo livro. Diferentemente de outros livros, Indomada e acredito que todos os livros de The House Of Night, têm história para contar. Não vemos um desespero por parte das autoras em tentar fazer com que as coisas aconteçam. O que deixa o livro ainda melhor. 

3 comentários:

  1. a serie é divida e realmente, eu ja nao sei o que li em cada livro... ja misturei tudo.... parei no queimada, acho q vou esperar terminar a serie pra voltar a ler, pq acabar de ler um livro e ficar sem saber o q vai acontecer maataa... são otimoooos

    otima resenha

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Na verdade acabei pulando a resenha não por você não ter postado as outras, mas porque, mesmo se tivesse, eu teria que ter parado na primeira! Não li nenhum livro da série e, como isso pode acontecer um dia, com certeza um livro tem spoiler do outro hehe!
    Beijos!!
    P.S: Tá rolando a primeira promoção no blog, se gostar de marcadores, da uma passada lá ^^
    www.minha-vida-literaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Ele é meio cansativo mas tem bastante partes legais o que incentiva a leitura
    http://funsttar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir