10 de ago de 2011

Resenha: Lonely Hearts Club

Classificação: 5/5
Editora: Intrínseca
Autor: Elizabeth Eulberg 
Ano: 2011
Páginas: 240
ISBN: 978-85-8057-049-6

A Editora não disponibiliza o primeiro capítulo em seu site!

Em seu romance de estreia, Elizabeth Eulberg, musicista na adolescência e beatlemaníaca de carteirinha, cria o Lonely Hearts Club, que se transforma no refúgio ideal para garotas que só precisam de uma coisa para recompor seus corações partidos: a companhia das amigas.
Em Lonely Hearts Club, após mais uma decepção amorosa, Penny Lane Bloom cansou de tentar, cansou de ser magoada e decidiu: homens são o inimigo e ela não irá mais namorar enquanto estiver na escola. Ao ver que, definitivamente, não é a única a sofrer nas mãos dos garotos nem a única aluna farta de ver as amigas mudarem completamente (quase sempre, para pior) só para agradar aos namorados, Penny decide criar o Lonely Hearts Club, o lugar certo para uma mulher que não precisa de namorados idiotas para ser feliz.
O clube, é lógico, vira o centro das atenções na escola McKinley e Penny é idolatrada por dezenas de meninas que não querem enxergar um namorado nem a quilômetros de distância. Jamais. Seja quem for. Mas será, realmente, que nenhum carinha vale a pena?


Comprei esse livro há um tempinho (mais ou menos uns dois meses) mas ainda não tinha pego pra ler por causa da minha lista gigantesca de livros que tinha para terminar, sem contar que tinha que terminar (e terminei, hahaha) Dom Casmurro.. Quanto terminei Dom Casmurro, já peguei o livro antes de ler qualquer outra coisa. Peguei o livro no sábado mas só consegui ler os dois primeiros capítulos porque como já tinha compromisso, não podia ficar lendo :( Mas, no domingo a tarde como eu não tinha nada para fazer, peguei o livro e pensei "vamos pelo menos chegar até ao meio do livro". Aí estava o meu erro. Não só cheguei ao meio do livro no domingo, como terminei ele a noite mesmo! Acho que bateu meu recorde, sério.

Lonely Hearts Club conseguiu me prender de tal forma que eu não queria de jeito nenhum largar o livro até saber o final da história. É uma história simples, sem muitas partes extraordinárias, mas é a sua simplicidade nos fatos que deixam o livro leve, gostoso e divertido! Lonely Hearts Club é um livro em que você consegue se identificar com as personagens e se ver no lugar delas. Pra quem gosta de Beatles é melhor ainda! O livro é recheado de detalhes da banda. Por exemplo, o nome do livro, Lonely Hearts Club, é uma parte do título da música Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band, do Beatles. O nome da protagonista, Penny Lane, é referência a uma música deles também. Fiquei um pouco receosa quanto a isso porque não sou muito fã de Beatles (é verdade, lidem com isso hahahaha) mas a preocupação passou rapidinho! Quem não sabe nada sobre os Beatles, não vai ficar perdendo nada da história se não souber.

Lonely Hearts Club é recheado de carinho, amizade e amor próprio! E ele consegue nos ensinar muitas coisas! Como por exemplo não abandonarmos amizades por causa de namoros e também sempre pensarmos em nós mesmas!

5 comentários:

  1. Oi Mi!!
    Imagina, eu entendo o sumiço, nem esquenta a cabeça!!
    Eu quero demais ler esse livro, parece ser muito fofo!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  2. olá td bem?
    realmente nao sei o que aconteceu... eu tinha seu banner desde qnd ficava la na pagina inicial, mas de qlq forma coloquei novamente... obrigada pela parceria

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Mi,

    Que bom que você voltou parceiraa ^^ Sei muito bem como é essa vida corrida quando nem sempre podemos fazer tudo aquilo que queremos! Mas na medida do possível fazemos o que podemos né??

    Já havia visto a capa desse livro mas nunca tinha lido nada sobre ele, nem a sinopse. Agora que o fiz através da sua resenha, acho que parece ser um livro bem leve e divertido, gostei da ideia do clube Lonely Hearts, e da mensagem de que não devemos abandonar as amizades e nem mudar quem somos por causa de um namorado. Inclusive essa lição que o livro passa é a ainda mais interessante se levarmos em conta o público alvo ao qual o livro é dirigido, já que é justamente nessa fase da vida que esse tipo de coisa mais acontece. Aposto que a autora acertou em cheio ao tentar ensinar isso de forma divertida e eficaz, muito mais do que muitos pais fariam através de discussões, porque o que mais adolescente gosta é ir de encontro ao que os pais dizem, infelizmente hehehe... é uma fase meio dark e rebelde ao qual todas nós passamos ^^

    Me interessei pelo livro, mas estou com uma lista gigantee na frente para ler, então se ler esse ainda vai demorar um pouquinho, mas é sempre bom conhecê-los!
    Ah e muito bom quando acontece de pegarmos um livro para ler um pouquinho e quando menos percebemos já o lemos quase inteiro não é? ADORO quando isso acontece ^^

    Beijoss!

    ResponderExcluir
  4. legal o livro, eu ainda não o li, mas gosto da capa dele. :D

    Adorei a resenha!

    Beijoos;*
    Naty - Just Books !

    ResponderExcluir
  5. Comprei este livro pela capa e também não sou nenhuma Beatlemaníaca, mas olha... É como você disse, você tenta ler só até a metade, mas quando se dá conta já acabou com ele!
    A história é leve, gostosa e sim! Muito divertida! Ri horrores com certos diálogos, devidamente grifados!

    Vale muito a pena!
    Um romance adolescente que agrada a todas as idades!!
    Adorei a resenha!

    Beijos!

    Daniela /@daride

    ResponderExcluir